A realidade da Educação no Brasil

O Dia Internacional da Educação foi estabelecido em referência ao encontro de representantes de 180 países no Fórum Mundial da Educação, que aconteceu no dia 28 de abril de 2000, em Dakar, Senegal. Na ocasião, foi assinado um documento no qual estes países se comprometiam a não poupar esforços para que a educação chegasse a todas as pessoas do planeta até 2015.

Infelizmente, o objetivo não foi atingido totalmente. Alguns avanços aconteceram, mas nem todos os povos têm acesso a uma Educação de qualidade, que era o objetivo principal do Fórum.

No Brasil os números ainda são desanimadores, vejam alguns dados do IBGE de 2018, divulgados em 06/2019, que embora um pouco melhores do que o ano anterior, mostram que dentre os brasileiros na faixa etária de 25 anos:

52,6% não concluíram o mínimo de estudo esperado

33,1% tem o Ensino Fundamental incompleto

8,1% tem o Ensino Fundamental completo

4,5% tem o Ensino Médio incompleto

16,5% da população acima de 25 anos concluiu o ensino superior

Ainda temos 11,3 milhões de brasileiros analfabetos ou 6,8% da população brasileira.

Embora o Ministério Público Federal nos lembre de que a Educação é um direito fundamental de todos os brasileiros que deve ser assegurado pelo Estado, a mesma ainda está longe de grande parte do povo brasileiro.

O acesso à Educação de qualidade é um dos direitos básicos de todo ser humano. O aprendizado, a possibilidade de estimular habilidades sócio emocionais e o desenvolvimento da compreensão técnica, da linguagem e do raciocínio são fatores muito importantes para os indivíduos e para a sociedade.

Se as pessoas têm oportunidade de acesso a uma Educação de qualidade, aumentam as chances de elas terem uma vida digna e de exercerem a cidadania de forma plena. Além disso, a Educação abre portas para outros direitos, como saúde, trabalho e lazer.

Somente por meio dela é possível achar soluções para problemas como a pobreza e a violência. Além disso, através da Educação também se garante acesso a outros direitos humanos, como a igualdade e o fortalecimento da democracia.

Sem enveredarmos em questões políticas quanto a “gestão” do Ministério da Educação no atual Governo, gostaríamos de destacar o belíssimo trabalho feito por algumas ONGs que vem se dedicando arduamente em melhorar o Brasil através da Educação.

Abaixo os links de algumas delas, para que você possa entender melhor o trabalho que é feito e, como pode colaborar:

https://www.todospelaeducacao.org.br/

https://institutoayrtonsenna.org.br/pt-br.html

http://www.vagalume.org.br/

http://www.avante.org.br/

https://www.projetouere.org.br/

https://www.institutounibanco.org.br/

https://www.fmcsv.org.br/pt-BR/

“Se a educação sozinha não transforma a sociedade, sem ela tampouco a sociedade muda.” Paulo Freire

Abaixo as matérias que embasaram nosso post e servem como uma boa leitura e reflexão sobre esse tema tão importante:

https://escoladainteligencia.com.br/voce-conhece-o-dia-mundial-da-educacao-saiba-mais-sobre-a-data/

http://bennett.br/noticias/por-que-existe-o-dia-internacional-da-educacao

https://www.redebrasilatual.com.br/cidadania/2019/06/pesquisa-ibge-mostra-que-educacao-brasileira-ainda-nao-e-para-todos/

https://g1.globo.com/educacao/noticia/2019/06/19/mais-da-metade-dos-brasileiros-de-25-anos-ou-mais-ainda-nao-concluiu-a-educacao-basica-aponta-ibge.ghtml

https://agenciadenoticias.ibge.gov.br/agencia-sala-de-imprensa/2013-agencia-de-noticias/releases/25885-11-8-dos-jovens-com-menores-rendimentos-abandonaram-a-escola-sem-concluir-a-educacao-basica-em-2018

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.